PAULO AZEVEDO x VERBENA

Para essa 4ª edição do nosso projeto VERBENA'S MUSE, escolhemos um muso que arranca suspiros por seu talento e bom gosto.
Considerado uma revelação do design de interiores nacional, PAULO AZEVEDO participou de mais de 7 edições da Casa Cor. Com projetos cheios de personalidade, refinamento e cultura, seus ambientes fogem do lugar comum e comprovam que “o menos só é mais quando o mais não é bom”.

Conte um pouco da sua história e de como você decidiu que queria ser arquiteto.

Eu sempre gostei do belo. Me lembro que a primeira vez que pensei sobre estética eu deveria ter cerca de 6 anos, quando eu estava na casa dos avós de uma prima. A casa era linda, toda de concreto e todos os moveis de design escandinavo. 

Na época eu não fazia ideia da importância ou significado daquilo tudo, mas me lembro de ter ficado encantado. A partir daí, passei a prestar mais atenção nesse universo.

Como você defino seu estilo?

Apesar de me aproximar muito ao clássico, me considero contemporâneo.  

Como é a casa dos seus sonhos? E quem seria o seu ou sua "cliente" dos sonhos?

A casa dos meus sonhos é uma casa pra ficar super a vontade, andar descalço, receber amigos ou curtir um tempo sozinho.

Uma casa cheia de cores, colecionismos, histórias e sem dúvidas um lindo jardim. 

A minha cliente dos sonhos é a cliente cheia de personalidade, mesmo que fuja do padrão. Além disso, uma cliente que ama arquitetura e decoração, e que vibra cada idéia junto comigo.

Quem são as pessoas que mais te inspiram no mundo da arquitetura, interiores e design?

Minhas maiores referências são nomes do passado! Me encanto com o trabalho do David Hicks, Tony Duquette e claro, Maison Jansen. Eu sou um grande fã também do minimalismo de Tadao Ando.

Qual dica você daria para quem está decorando um ambiente? 

Não existe “não pode”. Na de decoração tudo pode, e o que devemos nos perguntar na hora de projetar é “o que eu quero sentir na minha casa?” . É importante sempre pensar nas pessoas que vão ocupar o espaço, antes de pensar no espaço em si.

Quais são suas flores favoritas? E tem algum lugar na sua casa ou nas casas que você decora em que você SEMPRE tem flores?

As minhas duas flores favoritas são peônias e vandas. Eu sempre mantenho flores na mesa lateral da sala de estar, no lavabo, e na mesa do escritório.

Que tipo de flor/arranjo/cor você gosta de dar quando vai presentear alguém?

É super interessante presentear com flores, já que conseguimos trazer significado ao presente através das flores. Por exemplo, quando envio flores de aniversário, um bouquet com um mix de orquídeas de varias cores e espécies é uma ótima opção. 

Quando quero agradecer algo, um bouquet de flores claras e tons suaves é uma ótima opção.

Cada ocasião cabe uma cartela de cores, e de flores diferentes.

Você tem alguma peça favorita/dos sonhos de arte? Se sim, qual seria? 

Eu adoro pinturas surrealistas! Qualquer obra de Miró ou Dalí poderia ser considerada meu sonho de consumo.

Quais são seus hotspots favoritos em São Paulo?

Eu sou super eclético na hora de escolher lugares pra ir.

Sou fã da gastronomia mediterrânea, por isso gosto bastante do Tanit e do Myk.

Um lugar que eu adoro almoçar nos finais de semana é no Conceição Discos. Eles possuem apenas uma variedade de prato por dia, e a chefe cozinha na hora! É uma delicia e o publico é super descolado.

Pra drinks, sou fã do centro antigo. O Bar do Cofre por exemplo, é um lugar muito bonito e cheio de historia.

Como você começa e como termina o seu dia?

Minha agenda é super variada, mas a princípio o período da manha eu organizo minha agenda, emails, e  pendências - tudo que precisa ser feito no escritório faço pela manhã. O período da tarde eu deixo separado pra reuniões, visitas a lojas, e visita a obras. 

No final do dia (quando não acabo minhas reuniões muito tarde), eu separo um tempinho pra atividades físicas - confesso que meu dia a dia é bem movimentado!

SHOP NOW